23 de abril de 2009

Hóspede.



Vi muitas coisas passar por mim

Folheei inúmeras obras

Já fui grande em míseros momentos

Me fiz pequena em grandes situações.

Te olhei de lado, de frente, de verso, por dentro...

E não posso encontrar contentamento

Em jogar um jogo tão hostil

Em fitar à frente o que já espero.

Canto agora, com a garganta que arranha

Com essa voz rouca, quase manca,

Os cantares que vivi e que sonhei outrora.

Falo baixo e sem demora,

Que o soldo que nos aguarda é mais que suficiente.

E a brasa no teu peito já não queima,

Não queima meus medos

Não esquenta minha vontade.

Vivamos assim

O dia a dia de um hospedeiro,

Que na noite menos aguardada se despede por inteiro

Mas deixa a marca de seu julgo

E a ausência de seu zêlo.

6 comentários:

Jana disse...

Amigaaaaaa
Me sinto orgulhosa, vc sempre teve esse dom de escrever, descrever, desenhar e pintar com as palavras...
Agora me recordo dos inumeros bilhetinhos, cartinhas que vc incansavelmente escrevia na nossa adolescencia! Me sinto mega orgulhosa de vcccc
beijos e te trago sempre no coraçao

(P.s.:perdao pela falta de acentos... preguiça mesmo, e por conta da nova ortografia optei por nao colocar acento em nada rsrsrs)

magno disse...

nuss...
profundo...
adorei, viajei nas palavras
muito bom...
bjinhoOOoº

Anônimo disse...

éé negaa..
muuuito lindo meesmo esse texto,
e mmais lindo ainda por saber que essa inspiração vem tooda de dentro de vc! sao todas palavras sinceras e que eu gosto muito de ler!
te amooo neguinha liinda s2

Érica Pacher

Nêga!!! disse...

Obrigado amados!!!

taiana disse...

Lindooooo demais!!!Voce me toca no fundo viu!!!Que orgulho...minha amiga!!!Um dia...muitos lerao isso e dirao que foi obra de uma doidinha...doida...mas talentosa...que saudades de te ouvir corrigindo nosso portugues!!!Eu "sisinto" tao orgulhosa de vc!!!hahahahahah
te amooo nega linda da minha vida!!!Saudades mil...

Nêga!!! disse...

Ô TATÁ que falta gigante fazes..... brigada amada!