23 de agosto de 2010

Banho!


Banho pra mim é algo muito, mas muito peculiar, meu ritual, minha tranquilidade, meu momento de sossego.
No banho eu ouço algo que me falta todo o dia: Meu silêncio!
Claro que eu canto, alto e descoordenadamente quando tô feliz lá dentro,ás vezes levo o som pra lá, outras apago a luz e tomo um banho mansinho e resignado pensando e olhando pra cima, como se todos meus pensamentos pudessem ser lavados, purificados, aspergidos e inundados com uma provável solução.
Já sentei no chão me debulhando em lágrimas e sabão em meio a grandes tristezas.
Já dancei em meio a bolhas, cantando que nem louca em comemoração.
Ajoelhei ali mesmo pra agradecer.
Enrolei muito pensando em alguém que estava longe,
Óleos de banho, sabonetes, esponjas, escovas, shampoos, cremes, todos testemunhas oculares do momento mas meu que há.
É.. eu sou fissurada em tomar banho.

4 comentários:

Bruno disse...

Como eu só falo a verdade vou te dizer que eu fiquei tentando imaginar vc no banho, com todo respeito pô mas foi inevitável. A respeito do texto ficou muito bom pq tipo dá pra imaginar que foi verdade cada palavra. Porra eu sou pessimo com palavras, mas ta muito bom.

Walisson Lopes Barreto disse...

Eu banho,
Tu banhas,
Ele banha,
Nós banhamos,
Vós banhais,
Eles banham...

Embanhados estamos de tanto desejo de banhar e ser banhados pela vida em suas
profundas águas
Turbulentas águas
Mansas águas
Límpidas águas
Escuras águas
Vivas águas...

Lindo texto...

Abraços...

Tainá disse...

Eu até fiquei com vontade de tomar banho que texto mais legal bjinhos

Nêga!!! disse...

Bruno: mente suja kkkkkkkkkkkk

Walisson: a-do-ro vc fazendo poesia dos meus textos *__* lindoooo isso!

Tainá: banho é sempre bom :D