28 de agosto de 2010

Gratidão X Amor


Outro dia ao aguardar minha chamada no dentista, como tagarela nata que sou, comecei a papear no consultório por conta de uma música da Marjorie Estiano que lá embalava nossa espera, pois então, na canção ela cantava: ''... Se eu não quero mais você, espera o dia amanhecer e o que tiver de ser será...'' a polêmica se introduziu quando uma moça ( que eu nunca havia visto antes) proclamou aos 4 ventos que queria muito poder viver o que a música propunha. Eu, que não me espanto com reações humanas há muito e confesso que adoro a troca de ideias e ideais perguntei o que se passava. Brevemente ela declarou que estava há 2 anos num relacionamento, que o cara é muito apaixonado e enciumado por ela, que realmente eles começaram a namorar num momento ímpar da trajetória dela, em que se encontrava vunerável, indecisa e insegura, que eram tímidos e amigos e a coisa foi evoluindo até um namoro que se arrasta até então.
Daí Marjorie Estiano solta o refrão: ''... o meu desejo e a sua voz? o que aconteceu?'' Ela bradou um ''tá vendo é isso!'', o que ela queria dizer era que ela já se sentia mais irmã que namorada, mais grata que apaixonada. Isso acontece demais, as pessoas tem um afeto, não que elas desgostem do parceiro, não é algo pequeno assim, é que elas simplesmente não amam com aquele amor de casal mais, amam com um amor de gratidão de '' poxa o outro esteve comigo em minhas crises'', ficam presas a promessas de continuidade feitas numa época mais viva do relacionamento, isso é perigoso e destrutivo, gera um mal estar, uma culpa e um sentimento de cárcere.É preciso ter coragem, dissipar esse medo e findar a situação, não há como não doer, eu não sou psicóloga, nem vidente, mas está claro, é como eu sempre digo, frase minha: A verdade dói na hora,mas a mentira vai doer pra sempre.

9 comentários:

Fernando disse...

TENSO :/
Sei como é o lance.

Mauro Ginette disse...

num gosto nem de lembra, foi extremamente estressante mas hoje em dia ela é minha amiga que alivio passou

Michele disse...

Quando a relação desgasta eu penso que a melhor coisa a ser feita é conversar e ir se afastando até porque é um processo e não do dia pra noite eu já vi muito casal assim e parece o caso da moça do dentista; é melhor acabar mesmo e seguir até achar a pessoa certa; me amarrei no texto bj

Caio disse...

Se fosse comigo eu juro que preferiria que terminasse logo porque pena nao dá poxa ficar por pena nao. Essa mina vai estourar outras vezes até tomar coragem de ralar peito.hehe

Nêga!!! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érica disse...

É muito dificil a situação dela mesmo! Mas acho que uma pessoa que fica com outra por pena ou gratidão, deveria perceber que está fazendo mais mal ainda a essa pessoa. É muito errado.. e triste!
Parabéns pelas postagens nega. Estão todas muito legais!
beijao

Walisson Lopes Barreto disse...

"Ele sim, eu não"

Eu me apaixono, apaixonada por ele, ele está comigo, eu estou comigo, ele está comigo, eu sei, ele se apega a mim, eu me apego a mim mesma, ele se insinua em cíume de proteção, de possessão, de paixão, de desejo, eu me insinuo em mesma indecisão, ele está comigo e sabe o que quer, eu não sei o que quero, digo que não quero mais, para depois eu querer de novo, carência a vista, me apego a mim mesma, ele está comigo, eu comigo mesma, ainda... Eu tenho medo, ele não, ele fala, eu não falo, eu guardo, ele despeja com força sua vida em mim, eu não vivo, eu não, ele vai se recuperar, eu não, a mulher, ele o homem, companheiro, apaixonado, seguro... Ele ama, e eu não, e sei quem ama vive, e quem não ama, não... Ele vive para mim, eu vivo para mim mesma, nós vivemos para mim mesma... Eu sei, ele sobreviverá, eu que não amo e não quero amar, decidir-se por ele, descobrí-lo no novo de seu universo, fecho-me no meu ínfimo e traiçoeiro desejo carente, tão fraco, Ele se dá, e eu me farto dele até passar mal em indigestão... Ele é meu alimento, meu prazer, meu ódio, meu brinquedo, meu costume, meu vestido, minha maquiagem, minha laranja, minha maçã, meu sexo, meu status, minha desculpa, minha justificativa de fracasso, ele é meu conceito de justiça, meu boneco, meu joguete de marionete, tão cíumento, tão apaixonado, tão verdade e tão mentira contada entre músicas e consultórios, ele é o meu estandarte de chamar a atenção para ter a compaixão de outros terceiros para minha situação tão penosa, tão triste... Eu não amo, eu sei, ele ama, eu sei,...

Apenas um outro ponto de vista...

Beijos Nega...

Walisson Lopes Barreto disse...

"Quem disse que quero me desfazer dele?" - ela sabe disto, ela não quer não... ela gosta disto...

Nêga!!! disse...

Nando: tenso até demais.

Mauro: Que bom que virou algo legal.

Mi: Que bom que gostou :D

Caio: tb acho verdadeiro terminar.

érica: tb acho q ela faz mal a ela mesma.

Walisson: Pra variar vc dá show nos comentários! A-do-ro!É... to começando a crer que ela gosta dessa onda...