17 de agosto de 2010

Uma guerra que você adoraria perder!


Tenho me questionado sobre a minha imprudência, de te tentar, de lhe desejar, querer furtar sempre um pedacinho de ti pra mais perto, insanamente.
Mal acostumada aos caprichos que a vida sempre proporcionou, arrisco as papilas num desgustar almejado!
Pois tudo que outrora se fazia bucólico e redundante, foi-se tão fulgazmente que nem lembro pra que rumo.
A tua lembrança suaviza minha euforia, amansa meus sentidos, educa minhas fantasias.
Sei que tudo que eu disser, como de praxe, poderá ser usado contra mim, mas digo ainda assim. Afinal, de que serve meu talento senão me alia a ti?
Sinto muito, agora você já está aqui, use suas armas, forje seus escudos,ajeite tua milícia, porque seu miocárdio pode estar sem preparo pro meu fronte!

6 comentários:

Diana disse...

Posso copiar? :)

Walisson Lopes Barreto disse...

A guerra é feita por quem governa, não por quem nela luta. Quem está no governo? Quem está a montar a estratégia? Que fronte mais armado é este que irá atacar aquele lugar estratégico? E que ainda mais tem a convicção e a presunção de achar que o território a ser conquistado gostaria de ser vencido?

Muitas perguntas para a expressão de poucos interesses... Batalha, guerra, perdas, são palavras fortes, duras, penetrantes, violentas. Mas o quê do coração que não é violento?

Ah Nêga, palavras ousadas as suas, embebidas de força e coragem, alinhadas a uma tentativa de disciplina alucinante de controle da pulsante e insana adrenalina... Cuidado, cuidado, no dispersar das forças... e reflexão nos objetivos finais da luta...

Lindas palavras, dignas de serem registradas, transcritas na pedra e serem eternizadas na memória para futuros combatentes...

Lindo texto!

Abraços!

Junior disse...

PUTA MERDA GURIA TU COMANDA DEMAIS,DETONOU
ABRAÇAO

Nêga!!! disse...

DI: podeeeeeeeeeeeeeee! rsrs

Junior: thankssss, boca suja rsrs

Walisson: Bem, o que está no comando é um sentimento, se elwe ganhar a guerra todos serão felizes, visot que é um sentimento bom :D '' palavras ousadas as suas, embebidas de força e coragem, alinhadas a uma tentativa de disciplina alucinante de controle da pulsante e insana adrenalina'' vc me lê espantosamente! me decifra. Fico lisonjeada, envaidecida de lhe ter como crítico, muito obrigada bjokasss :**

. Juliana . disse...

Gata garota... eu estou sempre na batalha!

Nêga!!! disse...

jujuuuuuuu: ô amiga, um dia cessa :D